01/08/14

Tabela do torneio feminino no Sítio Abraão.


01 - primeiro jogo: As 08h00min - Nova vida x Mulata
02 - segundo jogo: As 09h00min - Tenente x Abraão
03 - terceiro jogo: As 10h00min - Ingazeira x Três bodegas
04 - quarto jogo: As 11h00min - Bulandeira Melhor Perdedor (Envolvendo os jogos. 01, 02, 03).

Semifinal
05 – Venc. Do Jogo 01 x Venc. Do Jogo 02
06 – Venc. Do Jogo 03 x Venc. Do Jogo 04

Final
07 – Venc. Do jogo 05 x Venc. Do Jogo 06


É bom frisar que as partidas terão duração de quinze (15) minutos cada tempo, com cinco (05) minutos de intervalo.

Arbitragem
Marcelo e Adalton

Organização
Antônio Rodrigues e Maria de Lourdes.


Colaboradores para a realização deste evento esportivo
Prefeitura municipal de Venha Ver
Francisco da prefeitura
Zé Preto
Elias celular
Mercadinho Serrano
Vereador Raimundo Dantas
Valdecir
Vereador Sandro
Mercadinho Alex
Alexandre.

31/07/14

 Muito mais que Cristiano Ronaldo!


Em 22 de junho de 2014, Portugal enfrentou os Estados Unidos na Copa do Mundo do Brasil e o jogo terminou empatado com dois gols para cada time. Independente do resultado, o mundo inteiro notou que Cristiano Ronaldo, o capitão do time Português, apresentou um corte de cabelo interessante, com um zig-zag ao lado direito de sua cabeça. O corte com a marca foi feito como tributo do jogador ao menino Erik Ortiz Cruz, de apenas 10 meses de idade na ocasião. Erik possui um tipo de epilepsia rara e sofre com mais de 30 ataques epiléticos por dia, e necessitava de uma cirurgia delicada no cérebro para continuar vivendo.


A família de Erik que mora na Espanha e são fãs do Real Madrid onde Cristiano Ronaldo atua como estrela principal contatou os representantes do jogador pedindo apenas por uma camiseta. A peça seria leiloada em um evento para levantar fundos para pagar a cirurgia de Erik. Cristiano quando soube que a família não tinha como pagar a cirurgia do garoto e estava realizando eventos para levantar os fundos, ofereceu-se para pagar todos os custos de hospital, que resultaram num total de mais de £50,240 euros, quase R$ 153.000,00. 


O corte de cabelo e a marca em zig-zag na cabeça de Cristiano corresponde exatamente à cicatriz na cabeça do pequenino Erik após a cirurgia no cérebro.
ABC sofre gol nos acréscimos e é eliminado pelo Novo Hamburgo!


Em partida realizada no Estádio do Vale, o ABC saiu de campo derrotado pelo Novo Hamburgo/RS por 2 a 0 e está eliminado da Copa do Brasil. Os gols do Noia foram marcados por Afonso e Juba. O duelo foi o segundo entre as equipes pela 3ª fase da competição. Na ida, o Alvinegro havia vencido por 1 a 0 e precisava de pelo menos um empate para se classificar ou perder por um gol de diferença, desde que marcasse gols. Agora, o time abecedista volta todas as atenções para a Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado (2), a equipe enfrenta o vice-líder América Mineiro, em Belo Horizonte, no estádio Independência, às 16h20, o duelo será válido pela 14ª rodada da competição. Nas oitavas de final, o Novo Hamburgo enfrentará um dos seis times que disputaram a Libertadores ou um dos dois melhores do ranking oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que se classificarem na 3ª fase da Copa do Brasil. Logo no primeiro minuto de jogo o Novo Hamburgo teve a primeira oportunidade. Após cobrança de falta na área, o zagueiro Júlio Santos desviou de cabeça, mas mandou pela linha de fundo.  A partida seguiu bem disputada. O ABC, com a vantagem, mais recuado no campo, o Noia, por sua vez, trocou passes, mas teve dificuldades para criar lances perigosos. Aos 22 minutos, o time gaúcho cobrou falta na área e a defesa abecedista afastou. Na sequência, a bola sobrou para Afonso, que chutou de fora da área, porém a batida não foi boa e a bola saiu à esquerda da trave de Gilvan. Na primeira chance real do confronto, o Novo Hamburgo abriu o marcador. Em jogada pela direita, Afonso recebeu passe de Preto e bateu cruzado, sem chances para Gilvan. 1 a 0 e confronto empatado na somatória dos jogos.


Após o gol sofrido, o Alvinegro esboçou uma melhora e criou sua primeira oportunidade. Aos 33 minutos, Rodrigo Silva recebeu passe na entrada da área e finalizou, mas a bola saiu à direita do gol de Vinícius. Três minutos depois, mais uma chegada dos donos da casa, Jonatas arriscou de longe e a bola saiu pela linha de fundo, apenas tiro de meta. Aos 41, Rodrigo Silva, em jogada pela esquerda, tentou fazer o cruzamento, mas o passe saiu fraco. O placar da primeira etapa ficou mesmo com a vantagem mínima a favor dos gaúchos. O ABC voltou para o segundo tempo mais ligado no jogo. Aos 3 minutos, após cobrança de escanteio da esquerda, Lúcio Flávio desviou de cabeça e a zaga fez o corte. Na sequência, o jogou ficou truncado, com muitas faltas e a arbitragem precisou aplicar cartões amarelos para controlar os ânimos dos atletas, foram três seguidos.
Aos 13 minutos, o técnico do ABC, Zé Teodoro, sacou um dos três zagueiros e colocou mais um meio-campista, Somália entrou no lugar de Suéliton. A mudança fez o Alvinegro melhorar na partida. Aos 19 minutos, Rodrigo Silva achou Daniel Amora na entrada da área, o volante se livrou da marcação e finalizou, o goleiro Vinícius fez grande defesa. Aos 23 minutos, mais uma oportunidade para o time abecedista. Xuxa ajeitou de cabeça para Rodrigo Silva que, de cabeça, mandou para fora. Grande chance desperdiçada. O Noia respondeu em seguida. Douglas invadiu a área, teve a chance de chutar, mas preferiu fazer o cruzamento, Diego Jussani afastou para escanteio. O ABC tentou mais chegar mais uma vez, agora com Luciano Amaral, mas o cruzamento do lateral foi nas mãos do goleiro adversário. Tentando explorar a velocidade, Zé Teodoro sacou Lúcio Flávio e colocou João Paulo em campo, mas nada mudou. Aos 42 minutos, Rodrigo Silva lançou para João Paulo, mas o jogador escorregou e deixou a bola com a defesa. No contra-ataque, Rafinha tentou o cruzamento, que desviou na zaga abecedista. Quando os pênaltis pareciam certos, aos 47, Xuxa cometeu falta sobre Juba próxima a área. Felipe cobrou e o próprio Juba subiu para desviar para o gol. 2 a 0 e classificação para os gaúchos.


Detalhe
Na Copa do Brasil deste ano o ABC realizou 06 jogos, venceu 03, empatou um e perdeu dois. Disputou 18 pontos, ganhou 10 e perdeu 08. O aproveitamento de 55,5%. O time marcou 08 gols e sofreu 06, saldo de 02 tentos.

30/07/14

 É mais um na roleta russa que vive nosso futebol


Entre a goleada sofrida para a Alemanha, ser contratado e chegar ao Grêmio, não passaram três semanas para Luís Felipe Scolari. Talvez não tenha dado tempo para ele sequer refletir o que se passou. Tanto que diz que os dois últimos jogos da Copa do Mundo não refletirão em nada o seguimento de sua carreira. Scolari se orgulha em dizer que não mudou nada nas últimas décadas. Uma pena, mas também elementar.
O mais incrível é que Felipão pode dar certo no Grêmio. Não assume um time ruim. Fez boa campanha na primeira fase da Libertadores, caiu nos pênaltis para o San Lorenzo – muito provavelmente finalista do torneio – e entrou no Brasileiro pensando na outra disputa. Está longe do Cruzeiro, mas perto do Corinthians. Todos estão longe do Cruzeiro, neste momento. Scolari pega um time que precisa ser ajustado, mas que está longe de ser ruim. O espanto de muitos pela escolha de Luís Felipe é porque depois da Copa do Mundo o treinador passou a ter o rótulo de ultrapassado. Concordo que esteja, mas não para padrões brasileiros. Não vejo Felipão muito atrás taticamente de Muricy Ramalho, Abel Braga, Luxemburgo, Dorival Júnior, Vagner Mancini e outros que sempre estão empregados e normalmente em clubes grandes. Está na média da maioria. Esses que podem alternar um grande e um péssimo trabalho. Talvez o problema seja justamente o de o ex-técnico da seleção brasileira estar no mesmo patamar dos outros, mas aí é um problema da seleção brasileira e de quem o escolheu para estar ali.


No Palmeiras, o trabalho foi médio até o ano que deixou a equipe praticamente rebaixada. Tinha ficado duas vezes no meio da tabela (10º e 11º) e caído em todos os mata-mata até vencer a Copa do Brasil. O time era bem pior que o Grêmio tem hoje, mas em nenhum momento ficou a impressão que Felipão tirava o máximo dele. Trabalhando talvez onde mais se sinta em casa, no Grêmio, Scolari vai poder colocar sua cara no time e poderá dar certo. O torcedor tricolor aceita um time mais duro, aguerrido, menos bonito. Desde que seja competitivo e não se entregue. Felipão pode triunfar ou naufragar porque as coisas são assim. Muito dificilmente trará alguma coisa nova e o Grêmio não parece se importar com isso. Tanto que abriu mão de um técnico promissor para buscar o currículo de Felipão. A bipolaridade da diretoria gremista chama até mais a atenção que um técnico derrotado na Copa. Fábio Koff vai de Luxemburgo para Renato Gaúcho, aposta no novo com Enderson Moreira e muda para o tradicional com Scolari. Falta um norte e se faz uma roleta russa com perfis totalmente diferentes no espaço de um ano e meio. O Flamengo tentou com a grife de Mano Menzes, o remédio caseiro de Jayme de Almeida, a teoria de Ney Francoe volta à grife, com Luxemburgo. O São Paulo vinha de Carpegiani, Adilson Batista, Leão, Ney Franco e Muricy. Cada hora um perfil diferente. Assim como fazem Inter, Vasco, Fluminense, Santos e os outros. 


Se a diretoria não sabe o que quer, o técnico pode fazer qualquer coisa. Desde que vença. No fim das coisas é só isso que importa mais uma vez. Como? Tanto faz.
Ronaldinho deixou o Atlético mais leve


Pouco mais de dois anos após chegar, Ronaldinho deixa o Atlético. O maior retrato de um relacionamento que começa com desconfiança e admiração, vive excelentes momentos e é capaz de se apagar sem mágoas e com ótimas recordações. Ronaldinho chegou, viveu e saiu do Atlético muito bem. Não foi uma relação que não teve gosto de nada, como no Milan; que ficou marcada pela raiva, como no Flamengo; que foi interrompida pela justiça, como no Grêmio. Tanto em campo como no que conseguiu transformar ao seu redor, o Ronaldo do Atlético foi o que mais lembrou o Roonie do Barcelona.


Há mais de um ano Ronaldinho não faz um gol com bola rolando em um jogo oficial. Vinha sendo substituído e o time melhorando depois de sua saída. Era claro que o desempenho em campo já não era mais o mesmo e o esforço fora dele não parecia ser. Não é fácil mantê-lo motivado por muito tempo. Um jogador que já conquistou os melhores títulos individuais e coletivos em campo, que tem tudo que o dinheiro pode cobrar fora dele e que já passou anos e anos tendo que se privar de tudo que poderia usufruir. As notícias mostram como domá-lo fora de campo ficou mais difícil do que dentro nos últimos meses. Por mais que o final seja triste como todo fim de relação, o que Ronaldo fez pelo Atlético é muito parecido com o que fez em seu melhor momento na carreira, em Barcelona. Em 2010 e 2011 o Atlético lutou até o fim para não ser rebaixado. Apesar dos investimentos de Alexandre Kalil em grifes como Rever, Diego Souza, Daniel Carvalho, Fábio Costa e Vanderlei Luxemburgo, os resultados eram desastrosos. A primeira conquista de Ronaldinho foi fazer o clube e os torcedores levantarem de novo a cabeça. O time se sentiu mais confiante e jogadores como Bernard, Jô e Marcos Rocha cresceram a seu lado.


Claro que Ronaldinho deixa o Atlético ficando marcado pelo título mais importante da história do clube. Com grandes atuações nas fases iniciais e o indiscutível efeito psicológico que trazia a seus companheiros e aos adversários levou o clube a um grande título depois de 42 anos. E, emblematicamente, o ciclo de Ronaldo se encerra na Recopa, com mais uma conquista, exatamente um ano depois do maior feito. No Barcelona, Ronaldinho teve quase o mesmo trabalho. Devolveu o sorriso a uma torcida que vinha amargando maus resultados e via seu maior rival se distanciar. Fez jovens como Messi e Eto’o renderem como seus coadjuvantes. Deu ao clube uma Liga dos Campeões, que não vencia há 13 anos. Saiu porque era preciso seguir em frente. Ele e o clube. Logo depois de vencer o Lanús o Atlético precisa olhar para frente. Retomar o rumo ambicioso e competitivo de 2012 e 2013. E isso precisa ser feito sem Ronaldinho, mas também sem o peso de décadas sem uma grande conquista no currículo.

29/07/14

 é campeão da 1ª Copa RN de Sinuca realizada em Assú!


Com a participação de sessenta ( 60) jogadores só do Rio Grande do Norte, terminou neste domingo (27/07) a 1ª Copa RN de Sinuca, evento realizado na área de laser da AABB de Assú/RN.


Emerson, da cidade de Tenente Ananias, se sagrou campeão ao derrotar, na final, o jogador Araújo, de Marcelino Vieira por 4x3. Destaque para Ernani, da cidade de Dr. Severiano, que venceu o Gordinho nas oitavas e Junior de Carnaúba nas quartas, ambos pelo placar de 4 a 3.


Principais colocações


Campeão: Emerson - Tenente Ananias/RN.
2º Lugar: Araújo - Marcelino Vieira/RN
3º Lugar: Adriano - São Vicente/RN
4º Lugar: Ernani - Dr. Severiano/RN
5º Lugar: Toscano Júnior - Carnaúba dos Dantas/RN.

28/07/14

Preparativos a todo vapor


A cidade de Tenente Ananias nos próximos dois finais de semana viverá momentos de emoção e adrenalina no esporte. No próximo domingo, dia 03, acontece a final da II Copa Janduir Diniz, entre as equipes Lastro x Joca Claudino. No sábado, 09 de agosto, a emoção será para os torcedores de Flamengo, Vasco e todos que gostam do futebol, pois tará presente a um jogo festivo, os ex-jogadores, Ronaldo Angelim (Flamengo), Naza (Vasco) e outros atletas que marcaram época no futebol nordestino, como Marcio Alan, Cantareli, Rômulo, Roberto Maguila dentre outros. Estará presente também, Canindezinho um dos maiores ídolos do futebol potiguar que brilhou muito inclusive jogou mais Angelim no Ituano.


Do outro lado estarão jogadores da região, que também se destacaram no nosso futebol regional, vale a pena conferir. Caravanas de todas as cidades da região estão se programando para esse jogo que com certeza será de muita emoção, para ver grandes ídolos, tando do Flamengo, no caso do Angelim que marcou o gol do último título brasileiro do clube, como do Vasco no caso Naza que aquando atuou pelo gigante da colina ganhou tudo inclusive Libertadores. Por tanto, dia 09 de agosto em Tenente Ananias tem: Ronaldo Angelim, Naza e amigos.


Texto e edição - RFesportes.
Jogando fora de casa, Baraúnas é goleado pelo Jacuipense no Brasileiro Série D


Jogando na cidade de Feira de Santana, o Baraúnas foi derrotado pelo Jacuipense, por 4 a 1, pela segunda rodada do grupo A3 do Campeonato Brasileiro da Série D na tarde deste domingo, 27, e caiu para o quarto lugar, com apenas 1 ponto ganho, no grupo segue sem vencer na competição nacional. Com o resultado positivo, os baianos somam 6 pontos ganhos e permanecem na liderança. Os gols da equipe baiana foram marcados por Tote, aos doze (12) minutos do primeiro tempo, após falha do goleiro Leonino Ramon, que chutou a bola em cima do atacante do Jacuipense, ao qual o técnico do time mossoroense, Isaias Rodrigues, definiu o lance como infantil. Os demais tentos saíram na etapa final do jogo. O segundo gol do time de Riachão do Jacuípe, foi marcado por Casagrande, após falta cobrada por Da Mata, aos três (3) minutos. O terceiro veio através do lateral-esquerdo Júnior, em um chute forte, aos vinte e um (21). Em contra ataque, o atacante Robert fez o quarto, aos quarenta e dois (42) minutos. O gol de honra do tricolor mossoroense foi marcado pelo zagueiro Anderson Sobral cobrando pênalti, aos trinta e um (31) minutos do segundo tempo.


O próximo jogo do Baraúnas na competição será diante do Coruripe, que folgou nesta segunda rodada, no domingo, 3, partida marcada para o estádio Leonardo Nogueira, mas um dia antes acaba o prazo dado pelo Corpo de Bombeiros para os ajustes pedidos pela Corporação em laudo, e caso não seja cumprido poderá haver a mudança de local. O Jacuipense vai a João Pessoa onde enfrenta o Campinense também pela 3ª rodada do grupo.

 Bancada de deputados federais do Estado pode ter maior renovação em 40 anos


Desde 1974 que a bancada de deputados federais do Rio Grande do Norte é formada por oito integrantes. Desde então a renovação nunca ultrapassou a casa dos 50%. Foi assim em 1986, 1990, 1994, 2002 e 2006 quando metade dos parlamentares não foi reeleita. Em 1978, 1982 e 1998 apenas três foram reeleitos. A menor renovação foi registrada em 2010, quando apenas Rogério Marinho (PSDB) não foi reeleito.  Quem ficou com a vaga foi Paulo Wagner (PV) que se beneficiou da coligação PMDB/PR/PV e ficou com a vaga mesmo tendo praticamente metade dos votos de Marinho. Agora a realidade na sempre disputada vaga de deputado federal no Rio Grande do Norte é diferente. Antes mesmo da eleição de 5 de outubro, já se sabe que serão eleitos três novos deputados federais no Rio Grande do Norte. Mas ainda existe a possibilidade de apenas três se reelegerem. É que Paulo Wagner tem oscilado entre a desistência da reeleição alegando problemas de saúde e a continuidade na campanha a pedido de amigos. Outro que corre risco de não chegar a 5 de outubro na condição de candidato é Betinho Rosado (PP). O deputado federal sofre processo de infidelidade partidária no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A votação está 2 x 0 pela decretação da perda de mandato do cunhado da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). A votação será retomada em agosto, após a conclusão de diligência que definirá quem ficaria com o mandato de Betinho, caso a cassação se confirme, porque o DEM (que cobra o mandato) não tem suplente de deputado federal. Além disso, tem o fato de ser comum que pelo menos um dos deputados federais não consiga a reeleição pelo cenário dos últimos anos.


Parlamentares indicam parentes como substitutos nas eleições para federal

A maioria dos novatos que pintam como favoritos a uma vaga na Câmara dos Deputados é formada por parentes de políticos que já detêm mandatos. O filho do ministro Garibaldi Filho (PMDB), Walter Alves (PMDB), tem herdado as bases do primo Henrique Alves (PMDB), que disputa o Governo do Estado. A médica Zenaide Maia (PR) trabalha para ser herdeira dos votos de João Maia (PR), que é candidato a vice-governador na chapa liderada pelo PMDB. Ela também é esposa do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado (PR). Dos deputados federais que não disputam à reeleição, somente Fátima Bezerra (PT) não cedeu as bases para um parente. O trabalho do PT é eleger um nome novo. Para isso, lançou vários nomes, entre eles o mossoroense Valmir Alves, na chapa formada com PP, PSD, PC do B e PT. Ainda aparecem na disputa com chances a ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado (PMDB), o deputado estadual Antônio Jácome (PMN) - foi o mais votado para a Assembleia Legislativa em 2010- e Rafael Motta (PROS) - filho do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta (PROS).


Reeleição
Além de Betinho e Paulo Wagner, tentam à reeleição Sandra Rosado (PSB), Fábio Faria (PSD) e Felipe Maia (DEM). O tucano Rogério Marinho tenta voltar à Câmara e pode reassumir o mandato no meio da campanha, caso Betinho perca o mandato.
 produzida no Rio Grande do Norte


Produtores de cachaça se reuniu com o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, para ampliar o relacionamento com a instituição no sentido de agregar mais valor à bebida e aumentar a rentabilidade dos negócios do setor. Estiveram presentes os diretores da cachaça Extrema, Anderson Souza; da cachaça Original, Jartilde Azevedo; da cachaça Samanaú, Cynthia Costa; e da cachaça Mucambo e Maria Boa, Pedro Lima. O grupo já começou um trabalho em parceria com o Sebrae, executando um projeto de valorização e informação da boa cachaça. "A cachaça ainda é uma bebida vulgarizada por parte da sociedade. O que a gente quer apresentar para o consumidor é que produzimos no Estado uma excelente qualidade de cachaça, que se compara a um bom whisky ou vinho", disse Anderson Souza, diretor da Cachaça Extrema. O resultado foi um livreto explicativo e uma carta de produtos, que será distribuída nos bares e restaurantes.
O material será disponibilizado para os estabelecimentos em uma oficina com um consultor que qualificará os funcionários que vão atender aos clientes. No total, serão 50 oficinas realizadas nos próximos três meses em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).


Agora, o grupo quer conhecer os serviços da Fiern que possa ajudá-lo a crescer e fortalecer a cachaça no Rio Grande do Norte. O presidente da Federação das Indústrias destacou que o Espaço Empresarial é a porta de entrada da indústria, oferecendo apoio ao desenvolvimento de processos e ampliação dos negócios. Mas indicou que os parceiros precisam fortalecer o grupo, seja por meio de um sindicato ou associação, para que possam obter maiores benefícios dos programas desenvolvidos pela Casa da Indústria. "Sejam bem-vindos à Federação. Vamos juntar forças para fortalecer o setor de vocês. Estamos à disposição para o que pudermos ajudar", complementou Amaro Sales.


"O projeto que está sendo desenvolvido tem muito potencial. Mas precisa construir plano maior para alcançar mais visibilidade e força no setor", garantiu o diretor da Fiern, Djalma Barbosa Júnior. Para este planejamento, será agendada uma próxima reunião do grupo com o diretor. "Todos os produtores querem crescer de forma coletiva. Sabemos que esse é também uma missão da Fiern, por isso queremos nos unir", disse Pedro Lima das empresas Maria Boa e Mucambo. Para a diretora da Cachaça Original, Jartilde Azevedo, a reunião foi muito positiva para entender o funcionamento da Federação em prol do empresário. "Sabemos um pouco mais agora sobre a cartela de serviços que podem nos ajudar a alcançar nossos objetivos", contou.
Fluminense ganha bem do Atlético-PR


Começando mais cedo, 4 da tarde, em Curitiba, o Fluminense encarou o Atlético-PR, que sempre dificulta a vida de que vai jogar em seu campo, na Arena da Baixada. Sem torcida, por conta da punição imposta ao dono da casa pelo STJD,  o  Tricolor comeu o bife com tranquilidade e provou que sua boa campanha nada tem de casual. O grupo se mostra forte, o treinador sempre encontra uma chance de acionar um jogador do banco de reservas, e assim segue a sua caminhada com sonhos dourados num campeonato com grau de dificuldade extremo. Nesta tarde de domingo, o Flu meteu 3 a 0, gols de Jean, Conca e Cicero e depositou mais 3 pontos na conta tricolor da tabela. A soma chega a vinte e dois (22), ou seja, seis a menos que o Cruzeiro e na cola do Corinthians, com um ponto apenas de diferença. Parabéns, Fluminense !!!!


Flamengo volta a vencer na estreia de luxa


Flamengo 1 a 0 Botafogo mostrou a importância de um time motivado e quanto pode isso pode ter de influência no desempenho de um time. Se as vitorias tinham sumido e a equipe não produzia o que dela se esperava, bastou à entrada de Vanderlei Luxemburgo no comando para o Flamengo se transformar em vencedor. O time jogou com a torcida, alias o público presente no Maracanã superou os 52 mil torcedores, pelo clima criado com a chegada de Luxa. Não foi um primor de jogo, nada disso. As equipes tinham dispos  dos jogos anteriores, sobretudo o Flamengo. Coube ao Botafogo encarar um rival motivado e a equipe da Estrela Solitária deve ter se assustado quando o Flamengo chutou ao gol com apenas 6 segundos de bola rolando no clássico. Sem virtuosismo e com Carlos Alberto em noite sem muita bola, o time carecia de jogadas armadas. Yuri Mamute no ataque era figura absolutamente nula em campo.Aos trinta e dois (32), bola cruzada da esquerda foi bem aproveitada em cabeçada de Alecsandro. Ele mandou no fundo da rede e estourou a galera flamenguista.


No segundo tempo o Flamengo deu uma recuada e o Bota cresceu, mas como desperdiçou as chances que teve e o Flamengo adotou a timidez como recurso para garantir o placar, ficou no 1 a 0 mesmo. O que pegam pela frente pode ser complicado. O Flamengo enfrenta a Chapecoense, em Santa Catarina, enquanto o Botafogo recebe o líder Cruzeiro no Maracanã. Será duro para ambos. Um pelo fato de jogar fora, o outro por pegar o mais complicado rival depois de uma derrota.

26/07/14

Em jogo difícil, América de Natal vence o de Minas Gerais


O América de Natal recebeu nesta sexta-feira (25), o seu xará de Belo Horizonte. A partida foi bem disputada durante o primeiro tempo, no entanto, o time natalense contou com Rodrigo Pimpão que definiu a partida para os alvirrubros. Com a vitória, o time potiguar ocupa momentaneamente a sexta posição com vinte (20) pontos, mas, o alvirrubro ainda poderá ser alcançado por outros clubes ao final da rodada, já o América Mineiro permanece na segunda colocação com vinte e três (23) pontos. No sábado da próxima semana, o Dragão enfrenta o Santa Cruz, novamente no estádio Arena das Dunas, às 16h20. No mesmo dia e horário, o Coelho recebe o ABC, no estádio Independência, em Belo Horizonte.


O jogo


A partida começou bem disputada, o América de Natal iniciou partindo para cima do xará mineiro, no entanto, o clube potiguar não conseguia criar chances reais de gol. Após os vinte minutos da etapa inicial as chances de gols foram aparecendo para os dois lados. Aos vinte e três (23) minutos Alfredo ficou cara a cara com o goleiro Fernando Leal, mas chutou mal e facilitou a defesa do arqueiro. Na sequência, aos 25 minutos o coelho chegou com boas chances de marcar, mas, os jogadores Obina e Mancini perderam as oportunidades de abrir o placar. Cinco minutos depois, o jogador Rodrigo Pimpão acertou um chute de fora de área, mas o goleiro do América Mineiro fez boa defesa. Já no final do primeiro tempo, aos 46 minutos, o jogador Marcelinho avançou pela lateral direita e cruzou rasteiro para Rodrigo Pimpão fazer o gol do jogo.  América 1 x 0 América-MG.


No segundo tempo a equipe mineira começou a gostar do jogo, dominou as ações e pressionou o América – que conseguiu se defender bem até o final da partida. No decorrer da segunda etapa, os dois técnicos fizeram substituições em suas equipes, pelo lado do América de Natal entrou Thiago Dutra, Paulinho e Gláucio e saíram Marcio Passos, Rodrigo Pimpão e Alfredo. Já no Coelho entraram os jogadores Tchô, Junior Lemos e Júnior Negão no lugar de Thiago Santos, Mancini e Williams.

25/07/14

Alunos participam do "Atleta na Escola"




Ontem, alunos de doze (12) a  quinze (15) anos participaram da primeira fase do programa "Atleta na Escola", na modalidade atletismo. O evento aconteceu no Estádio 9 de Janeiro e continua na tarde de hoje. O Atleta na Escola incentiva as práticas escolares, democratiza o acesso aos esportes e difunde os valores olímpicos e paraolímpicos entre os estudantes da educação básica, além de identificar e orientar jovens talentos.



Fonte - Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros/RN.