01/09/14

Corinthians 1 x 1 Fluminense.


O domingo dos cariocas foi legal nesta décima oitava rodada do Brasileirão; único a não vencer, o Fluminense foi vergonhosamente prejudicado pela arbitragem. O juiz originalmente escaldo foi trocado e o que entrou esqueceu os óculos em algum lugar da vida. Não viu um pênalti a favor do Fluminense, viu outro que Fred cobrou e guardou e anulou um gol legítimo do tricolor, tirando o terceiro lugar da equipe. E manteve o Corinthians no G4. Arbitragem é má vergonha!!!!


Botafogo 1 x 0 Santos 


Jogando contra o Santos, no reencontro com Oswaldo Oliveira, o Botafogo levou mais de 12 mil pessoas ao maracanã, e dobrou o Santos por 1×0, golaço de Daniel. Ele pegou da entrada da área e parecia ter dado um chute em linha. Se fosse assim, o goleiro defenderia com tranquilidade. Mas a bola fez uma curva incrível e ganhou o fundo da rede. Foram 3 pontos importantíssimos. Fogão tem 22 pontos e só falta uma rodada para acabar o turno. Para quem andava nas últimas colocações, a metade da tabela está de bom tamanho. Agora, precisa fazer um returno mais recheado de pontos e chegar em posto mais nobre.


Vitória 1 x 2 Flamengo


Em Salvador, no Barradão, o Flamengo derrotou o Vitória e conseguiu sua quinta vitória consecutiva no Brasileirão e embalou de vez para pegar o Grêmio, sábado, no Maracanã, 18:30 h. Não tenho dúvida alguma de que o Maracanã estará lotado. Os probleminhas foram os cartões de Wallace e Everton, que tinham dois e estão suspensos, portanto, ausentes contra o Grêmio. No jogo deste domingo, o 1×0 aconteceu em cabeçada de Marcelo, aos 32. Mas na bobeira da defesa, aos 39, veio o empate do Vitória, com Caio, também de cabeça. isso embaralhou o jogo para o segundo tempo que viria a seguir. Nesta fase final, com o Flamengo sempre melhor, como tinha sido no primeiro tempo, o segundo gol surgiu de pênalti. Juan botou a mão na bola dentro da área, e na cobrança de Alecsandro o Mengão voltou ficar na frente do marcador. O Vitória teve sua chance do mesmo jeito, só que desperdiçou. Marcelo meteu a mão na bola e no pênalti para o Vitória, Juan bateu e Paulo Victor defendeu.

31/08/14

Milena Lariny  Futsal Jpenhense é Destaque.


A jovem atleta Milena Lariny é sem duvidas um dos grandes orgulhos Jpenhense no futsal a mesma vem conseguindo façanhas inéditas dentro desse esporte como o título do  Jern´s edição 2014 na categoria juvenil  pelo IF e a artilharia da referida competição em seguida veio logo uma convocação para seleção do IF do Rio Grande do Norte na  disputa dos Jifs em Teresina Na qual a atleta assinalou dois gols ajudando a sua equipe em patamares mais auto dentro da competição, Para Milena nada é fruto do acaso o esporte sempre min abriu as portas para novas  oportunidades acordava as cinco horas  da manhã para treinos físicos e ficava até as dez  procurando sempre aprimorar meus fundamentos táticos e técnicos, tudo  que conquistei foi com muito esforço, fé   e o incentivo maior  do meu pai  um amante do desporto, Nesse Momento a atleta está focada e se mostra confiante para futuras  competições ou seja em setembro disputará  em Natal o Nacional das competições Internas do IF com viagem já marcada para o dia vinte do referido mês,  em outubro disputaremos a segunda etapa dos Jern´s, Milena  incentiva  outras garotas a seguirem seu exemplo de conquistas desenvolvendo um bom caráter, conduta e disciplina no futsal. Fonte - Esporte-Jpenhense.



Quando haverá punição de fato?



Há tempos venho defendendo punição rigorosa para atos de racismo explícito no futebol, ao invés das modestas manifestações com exibição de faixas “Não ao Racismo”, adotadas pela FIFA. Enquanto não houver identificação dos autores e aplicação de sanções, não acabarão os odiosos atos. Depois do que houve com Tinga e com Daniel Alves, para lembrar apenas os casos mais recentes, muitos pensaram que a atitude racista de torcedores que se escoram num provável anonimato acabaria. Ledo engano. Os criminosos – covardes por natureza – esperam que o assunto esfrie para voltar a expor seus instintos bestiais.


Para se eximir de culpa, o Grêmio rapidamente identificou e apresentou à polícia os autores das ofensas contra o goleiro Aranha. Pela lei vigente no futebol, quando isso acontece o clube não pode ser punido com perda do mando de campo. Mas as nossas leis, brandas leis, condenarão esses torcedores agressores? Ficarão eles impedidos de fato de entrar nos estádios para ver seu time jogar? Temo que não e que, assim como aconteceu com torcedores brigões de outros times como Corinthians, Palmeiras, Vasco e Atlético Paranaense, eles logo sejam vistos de novo nos estádios exibindo sua falsa paixão e ameaçando pessoas de bem. Pobre futebol, vítima de uma sociedade deformada.


29/08/14

Frutos de um Bom Trabalho


O Persona Trainee Kayo Cilas (Foto) vem desenvolvendo um  grande trabalho em Pau dos Ferros e Região no qual promove um inovador e sofisticado Conjunto de Treinamentos que  Uni Musculação, Treino Funcional e Lutas. Atuando na Academia Asseken Cilas convida a todos para conhecer e apreciar esse trabalho. A Academia Asseken é muito mais do que uma academia é uma família, formado por grandes e valiosos profissionais gabaritados na área de Educação Física, sou apenas mais um nesse Seleto numero de excelentes profissionais que buscam sempre bons frutos” finalizou Cilas.   


                                                                         
Contatos: Istagran@kayopersonal.
Face: Kayo Cilas.  Fonte - Esporte-jpenhense. 

28/08/14

 O anti-Ronaldinho do futebol


Até as questões burocráticas já estavam sendo resolvidas. O Palmeiras já havia pagado à Federação Mineira de Futebol a taxa para ter Ronaldinho Gaúcho. Federações são como cartórios e isso já eram providenciados. E então voltou à cena Assis para fazer o que normalmente faz: pedir mais dinheiro. Nem depois de mais de uma década com Ronaldinho ganhando muito bem, de clubes e patrocinadores, seu irmão aceita uma migalha menos que o pretendido. Mesmo que isso já houvesse sido previamente combinado. O combinado não sai caro. Para Assis, no entanto, o combinado sempre pode custar um pouco mais. Para o representante, os clubes são vacas. E vacas têm que dar leite. Assis quer sempre sugar até a última gota.


Foi assim no Grêmio, de onde Gaúcho saiu em litígio em 2001 para ir jogar na França. Depois, Ronaldinho estava praticamente acertado com o Manchester United para ser o substituto de Beckham e Sandro Rosell o convenceu a jogar no Barcelona que pagava bem menos ao PSG do que o clube inglês. Ronaldo saiu do Barça sem dificuldades, já que Guardiola não o queria mais, mas durante seu auge Assis batia à porta do presidente Joan Laporta a cada dois meses pedindo um novo aumento. Como não dar aumento ao melhor do mundo e quem mudou a história do clube? Pois é. O empresário-irmão sabia disso.A saída do Milan poderia ser simples, já que não o queriam mais por lá. O problema é que muitos o desejavam no Brasil. Assis promoveu um verdadeiro tour por churrascarias e o Grêmio chegou a colocar as caixas de som no Olímpico para a festa do retorno do filho pródigo. Ronaldinho parou no Flamengo e saiu com Assis levando camisas da loja oficial do clube e acionando o rubro-negro na justiça. O Atlético talvez seja a exceção. Chegou em baixa, saiu com a eterna gratidão do clube. O último ato do representante do jogador foi justamente no dia do aniversário do Palmeiras.


Na festa de centenário do clube, Paulo Nobre disse que “Assis se estressou”. O vice-presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte disse que “tudo o que foi pedido, o Palmeiras aceitou”. Mas com Assis tudo nunca é o bastante. Sempre pode ser um pouco mais. E depois mais… e mais.
A contratação de Ronaldinho nesse momento seria uma incógnita. Desde junho de 2013, há mais de um ano, Ronaldo não faz um gol de bola rolando. A queda de motivação e interesse pelo futebol foram nítidas no Atlético. Não seria fácil para o Palmeiras mantê-lo afim. Por outro lado, mesmo aos 34 anos, a qualidade técnica do ex-melhor do mundo está muito acima do restante do elenco que luta par anão ser rebaixado. A questão técnica agora fica em segundo plano. Ronaldinho não jogará no Palmeiras. É incrível como um jogador que se notabilizou por sorrir enquanto joga, por parecer se divertir tanto dentro de campo e não se preocupar com nada além da bola, tem alguém tão antagônico ao seu lado. Assis, que foi jogador, parece não ver a bola, não sorrir nunca, não se divertir jamais. A não ser que todos os cifrões possíveis estejam com ele. E se o irmão representa o craque, é difícil dizer que Ronaldinho não seja conivente com todas essas situações. Assis é a metade sombria do irmão. A dupla representa bem o futebol moderno, em que os negócios estão totalmente ligados ao campo. Ronaldinho ama o futebol. Assis ama o dinheiro.

25/08/14

Com menos de dois anos, Globo conquista Estadual.


Com menos de dois anos de fundação – faltam exatos 56 dias, pois, foi criado em 18 de outubro de 2012 -, o Globo Futebol Clube, com sede na cidade de Ceará Mirim, conquistou o seu primeiro título de campeão estadual de futebol propriamente dito, vez que tem também o da segunda divisão e o vice de profissional. A façanha ocorreu na noite desse sábado, 23, no seu estádio, o Barretão, quando empatou com o Palmeira de Goianinha em 0 a 0. Apesar de jogar com a vantagem de poder empatar, o benjamim da Federação Norte-rio-grandense de Futebol ignorou a vantagem, iniciando  o confronto disposto a liquidar o adversário. Prova disso é que, com 30 minutos de jogo, a Águia dos verdes canaviais já havia perdido quatro grandes oportunidades reais de marcar: três com Erick – em uma dessas a bola beijou o travessão – e outra com André. A partir daí, talvez cansado de tanto desperdiçar as oportunidades, o Globo puxou o feio de mão, proporcionando ao Palmeira equilibrar a partida até o final do primeiro tempo, porém, sem ameaçar o goleiro Cleberson.


No segundo tempo, o time de Goianinha voltou diferente daquele que havia iniciado o jogo. Passou a marcar no campo do adversário. Com isso, criou algumas oportunidades de gols, principalmente depois das substituições feitas pelo treinador Teci. O time, inclusive, chegou a acertar uma bola na trave de seu oponente. Por volta de 26 minutos, o defensor Gravatá do Globo foi expulso pelo árbitro Tarcísio Flores. Então, pensava-se que o Palmeira iria tirar proveito da situação e passar a agredir mais ainda o adversário. Mas, isso não aconteceu. O Globo equilibrou as ações, passou a jogar com o regulamento “debaixo do braço”, e por pouco não fez 1 a 0, através de André. Por falar em André, este atleta é um dos cogitados a ser promovido para a equipe de profissional pelo técnico Igor César. No final do jogo, entrevistado pela reportagem da Rádio 87 FM Vale Verde, André falou sobre a sua ascensão ao time principal do clube.

 “Olha, eu já treinei algumas vezes no time de profissionais e estou pronto para subir, caso seja convocado”, disse.

Gratas Promessas no Futsal Jpenhense


O esporte é sem sombras de duvidas o veiculo de maior transformação social  nos dias atuais, Para que isso torne-se realidade é necessário além de um bom planejamento tático, investimentos e trabalhos na mente de cada cidadão, Na formação de bons atletas podemos notar o descobrimento de valores excelentes no município  de José da Penha , destaques para Guga, Alex, Junidarlio, Célio, Pedro, Júlio Eduardo, Cláudio e muitos outros que vem se mostrando gratas realidades dentro da Copa municipal de futsal me refiro a Velardi, Mauricio, Natan, Anderson, Doinha e demais promessas alguns deles mesmo sem suas equipes fazendo boas campanhas mas se mostram totalmente adaptados a ponto de receberem convites para atuarem em outras cidades dentro de suas categorias, Parabéns a todos e uma boa sorte, lembrando sempre que ESPORTE É SAÚDE, PAZ E EDUCAÇÃO. Fonte - Esporte-jpenhense.


Todos os clubes do Rio venceram. 


A sorte começou a sorrir para o Rio no sábado, quando o Botafogo derrotou a Chapecoense por 1 × 0, com um golaço de placa de Cachito Ramirez. O chute, a potência e, sobretudo a trajetória da bola, transformara o gol em obra de arte e para completar tudo, representou a vitória, ou seja, mais três pontos na conta do Botafogo. Maravilha total!


Fluminense (Domingo)


Neste domingo, o Flamengo e Fluminense jogaram simultaneamente, e não vi o jogo do Flu. Estava narrando o Flamengo. Mas acabo de ver os gols do tricolor e se estava feliz com a vitória, fiquei ainda mais com a bela feitura deles, que deram ao Fluminense um gás para entrar de volta no G4. Por hora está em quinto lugar.

Flamengo


Jogando em Criciúma-SC, contra o time do mesmo nome, o Flamengo mostrou que pode não só sair da lanterna como saiu, como mostrar cara de time grande que é. O maior de todos em torcida, e o mais guerreiro quando quer seus objetivos e tem a massa ao seu lado. mais um mérito de Vanderlei Luxemburgo, cuja meta era ganhar a metade dos jogos e atingir o propósito do seu trabalho em 2014, que era evitar o rebaixamento. São quatro vitórias seguidas e a quinta em 6 jogos, numa marca que não deixa dúvida sobre o atual momento do Flamengo. Claro que a caminhada é difícil e complicada, mas pelo menos parou aquela coisa chata de perguntar a toda hora se ia cair.


Neste domingo, o Flamengo trocou chumbo com o Criciúma, mas teve mais qualidade no primeiro tempo que acabou com 0×0 no placar. Muito embora o Flamengo, mais efetivo, tenha mandado na trave com Marcelo e no travessão com Léo Moura. Segundo tempo às coisas seguiam no mesmo rumo e entraram Eduardo da Silva e Mugni. Pronto! O Flamengo ficou mais funcional e o aproveitamento com Eduardo da Silva é sempre muito positivo. Ele colocou o Mugni na cara do gol, e quando o gringo começou o movimento para mandar na rede, levou uma tesoura de João Victor. O agressor foi expulso e Mugni cobrou e converteu o pênalti, aos trinta e dois (32). Mais tarde. Lá pelos trinta e seis (36) para trinta e sete (37) minutos, Eduardo da Silva mandou na rede, sem intermediários. Que jogador exato para o Flamengo esse cara!

22/08/14

José Alcimar Batista - Simplesmente (Maza).


Fátima Lucia Batista (Esposa), Karla Lucimara Batista (Filha), irmãos, e demais familiares de José Alcimar Batista (ETERNO MAZA), ainda consternados com o seu falecimento, convidam parentes e amigos pra missa de trinta (30) dias que mandarão celebrar em sufrágio de sua alma a ser realizada neste domingo ás 08h00min, na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição em Pau dos Ferros – RN. Desde já, a família agradece a todos que comparecerem a este ato de solidariedade e fé cristã.

Aldeir Torres - Nada poderá apagar a tua lembrança entre nós. Nada Poderá suavizar esta partida. Foi tão repentina como raio fulminante. O impacto foi muito grande, muito chocante. A saudade é constante. A dor é profunda e sem cura. O espaço que você deixou entre nós é insubstituível. Teu nome permanecerá como uma bela herança em toda sua família e amigos.
Hora de apoiar


Há duas semanas o Fluminense era vice-líder do Brasileirão, a três pontos do líder e seu elenco apontado o segundo melhor do Brasil, abaixo apenas do elenco do Cruzeiro. Naquele sábado à noite, dia 9 de agosto, quando enfrentou o Coritiba e empatou de 1×1 as coisas começaram a mudar, o encanto se quebrou. O Fluminense tinha o futebol mais vistoso, de toques de bola, envolvente, e podia se dar ao luxo de colocar na reserva Walter e até a estrela Fred. De tropeço acidental o jogo se revelou apenas o início do inferno astral. Vieram o vexame contra o América de Natal (eliminação da Copa do Brasil levando 5×2) e as derrotas para Botafogo (2×0) e Chapecoense (1×0) e o mundo caiu. Como pode o Fluminense ter perdido seu bom futebol de uma hora para outra, ter virado o fio, como se diz na gíria do futebol? Os salários estão em dia, não há problemas graves de contusão, o técnico Cristóvão é apontado como uma das revelações da profissão e tem boa relação com o elenco. Por que o time parou de vencer e saiu do G-4?


Vendo as atuações do Flu não dá para justificar a crise. O time jogou bem no segundo tempo contra o Botafogo (em que pese a derrota) e, contra a Chapecoense, o goleiro adversário foi o melhor jogador em campo. Parece que só falta a volta dos gols e isso não pode ser considerado um cenário trágico, como pinta um grupo de torcedores que hostiliza os jogadores. Parece até que o time está à beira da zona de rebaixamento. O papel da torcida do Fluminense deve ser de apoio ao time para que ele volte a vencer.



Na lanterna do campeonato o Flamengo, por duas rodadas, teve apoio incondicional de 40 mil pessoas e hoje respira aliviado. Quebrar carro de jogador, atirar moedas, ofender os jogadores, nada disso ajuda. É coisa de gente que confunde amor e ira, não comanda seus sentimentos. Se o Flamengo reagiu, o que poderá fazer o Flu – cujo elenco é muito melhor – com o apoio de sua torcida?
 Inter se esconde e São Paulo aparece


Inter e São Paulo fizeram um jogo muito bom no Beira Rio. Jogo bom não é um 4-3 e mesmo só com um gol, se viu muita disputa, muita velocidade e pouco espaço para se jogar, apesar de dois times com muitos jogadores ofensivos. O estádio cheio, o bom gramado, a boa iluminação, tudo ajuda a ficar mais atrativo de se assistir o que foi uma das melhores partidas do campeonato. O primeiro turno do Inter, apesar da boa pontuação, mostra como o time de Abel fraquejou nos jogos grandes. Perdeu de São Paulo e Cruzeiro no Sul, Corinthians em São Paulo e empatou com o Fluminense no Rio de Janeiro. Fez 1 ponto de 12 nos confrontos diretos. Ainda assim é segundo colocado, o que mostra como nos jogos com os times mais abaixo na tabela, se deu muito bem. As cinco vitórias seguidas fizeram a equipe de Abel Braga dar um salto e estar a um passo do Cruzeiro, mas para seguir o ritmo do líder era necessário um passo maior e o Inter tropeçou. A sequência vitoriosa teve um Gre-nal e dois jogos fora de casa, mas o confronto direto não só segura o Colorado na tabela como ainda puxa para cima o São Paulo.


Até então, o desempenho do time paulista nos mesmos confrontos diretos era apenas um pouco melhor. Empates com Cruzeiro e Corinthians, derrota para o Fluminense. No segundo turno, o São Paulo receberá Cruzeiro, Flu e Inter no Morumbi, o que poderá ser uma vantagem.
Na prática, o que o São Paulo fez nas últimas rodadas foi buscar os resultados que deixou escapar em casa contra Chapecoense e Criciúma. Deixou cinco pontos em casa para times mais fracos e foi buscar em um clássico contra o Palmeiras e o Inter no Beira Rio. Ultrapassa o Fluminense, tido desde o início como candidato, e joga pressão para cima do Corinthians. O São Paulo ainda é o time da oscilação. Nunca se sabe se virá pela frente o “médico” ou o “monstro” e para efetivamente brigar com o Cruzeiro e os demais vai precisar mais do que uma arrancada, como a que vem ensaiando. Vai precisar de ritmo.


Ganhar vários jogos em sequência, se aproximar do líder e voltar a tropeçar em jogos teoricamente fáceis, fará do São Paulo o time do quase. O grande jogo que fez contra o Inter, segurando bem o ataque gaúcho e contra-atacando com força, precisará ser repetido mais vezes. E furar retrancas no Morumbi, sem colocar tudo a perder por falhas da defesa também. Antes da metade do campeonato, o São Paulo mostra em pontos e no campo que está na briga. O Inter sempre esteve. E os dois esperam a oscilação do Cruzeiro que, se não vier, vai exigir muito mais de gaúchos e paulistas.

21/08/14

 Comentário sobre a condenação da estudante Mayara Penteado, pelo crime de discriminação contra Nordestinos.


Em 2010, quando Dilma Rousseff venceu o segundo turno das eleições, a estudante de São Paulo, Mayara Penteado Petruso, publicou no Twitter a frase: “Nordestino não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado!”. Por conta disto Mayara Petruso não vai ficar presa. A pena de um ano, cinco meses e 15 dias foi convertida em prestação de serviços comunitários e pagamento de multa de R$ 500. A estudante disse que está envergonhada e arrependida. O Ministério Público acha que a pena é insuficiente e vai recorrer da decisão.



Apresentadora do “Jornal SBT Brasil”, um telejornal do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), a jornalista paraibana Rachel Sheherazade comentou a condenação da estudante Mayara Penteado, pelo crime de discriminação contra Nordestinos. Me senti contemplado com o comentário da Rachel. É de arrepiar! Por isto resolvi dividi-lo com os leitores do Blog Bahia Geral. Viva o SERTÃO, viva a LUIZ GONZAGA, viva a ARIANO SUASSUNA e viva o NORDESTE BRASILEIRO e o seu POVO!!! Uma vaia para a pobre, infeliz e ignorante estudante Mayara Penteado. Fonte - Noticias.band.uol.com.br
América volta a tropeçar na Arena das Dunas e cai diante da Ponte Preta na Série B!


O América recebeu a Ponte Preta na noite desta terça-feira (19) e saiu de campo derrotado por 2 a 0. Adrianinho e Rafael Costa, de pênalti, marcaram os gols da equipe de Campinas. O duelo foi válido pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado negativo fez o time americano cair quatro posições, agora ocupa o 13º lugar, com 23 pontos conquistados. O Alvinegro de Campinas chegou aos 28 pontos e ganhou três posições, entrando no G4, ocupa o 4º lugar.
Próximos jogos!



No próximo sábado (23), pela 18ª rodada da Segundona, o América encara o Náutico, na Arena Pernambuco, em Recife, às 16h10. A Ponte Preta enfrenta o América Mineiro, na Arena Independência, na sexta-feira (22), às 21h, pela mesma rodada.